Archive for abril 19th, 2013

Momento Avestruz

19/04/2013    Postado em Diversos
 

Todos nós temos ideias ao longo da vida. É bem verdade que algumas delas seriam melhor empregadas não vendo, jamais, a luz do dia. Nem sempre é o que acontece e, às vezes, isso cria momentos bem difíceis. O outro lado – porque sempre existe um – é que, quanto mais vexatória é a história no momento em que acontece, mais divertida ela será anos mais tarde.

É a redenção do “Momento Avestruz”, aquele instante em que tudo o que você mais quer é um buraco grande o bastante para lhe engolir. Imagine, caro leitor, se todos conseguissem ser engolidos nesse momento de vergonha, que nosso planeta seria um gigantesco queijo suíço. Isso estragaria o que se diz às crianças, que a Lua é um queijão. Ela seria, bem, uma Terrinha. Ou, ainda, aquelas pessoas que são tão grandes – e eu conheço algumas – que o buraco do tamanho certo teria de ser feito por um meteoro como o que teria extinguido os dinossauros.

Há alguns anos, uma colega de colégio que não era lá muito quieta, me contou que, durante uma brincadeira à moda das séries japonesas que faziam sucesso entre nós, ela conseguiu abrir um buraco na porta do quarto. Sabendo que sua mãe não receberia bem a tentativa de redecorar o ambiente, ela se esforçou um pouco mais e… colocou um quadro tapando o buraco. Sim, um quadro pendurado na porta pareceu-lhe fazer algum sentido. Toda vez que penso em histórias absurdas, lembro desse quadro na porta e tento imaginar como a mãe dela reagiu. Até nos meus pensamentos os gritos são altos. Mas a história dela é mais legal que o meu banho séptico, especialmente porque essa aconteceu comigo.

E o mais curioso sobre essas histórias é que elas não só medem sua traquinagem juvenil, mas quão intensamente você de fato viveu aquele período. O mesmo vale para outras épocas da vida. Mais além das risadas e da nostalgia, são essas as coisas que fazem os mais velhos se reconhecerem nos mais novos e até viver esse tempo mais uma vez. Quando chegar a sua velhice e você der risada de seu filho ralhando com o filho dele por conta de uma estripulia, lembre que você deve isso ao seu momento avestruz de então.

Sem Comentários