Archive for junho, 2011

Um texto

09/06/2011    Postado em Textos
 

Um texto é só um texto. Um dia é só um dia. Nada, em essência, é especial. O significado de cada coisa vem de nossa percepção. Como o hábito de tirar o relógio do pulso quando crio. À primeira vista, ele simplesmente atrapalha, mas quiçá seja um gesto para me desalgemar do tempo por um breve instante. Cada movimento do mundo à nossa volta é singular a partir do instante em que recebe um significado.

Por que hoje é nove de junho, escrevo pela primeira vez em nove meses de próprio punho o original deste texto, à caneta. É um dia singular, no qual serei capaz de ver o sol através da mais inclemente nuvem. Para o resto do mundo, este dia é uma quinta-feira. Para mim, é o dia em que se comemora o nascimento daquela que, mais que minha esposa, é minha companheira. E faço isso à mão porque sou dos que creem na palavra empenhada verbalmente e na declaração de amor à tinta e de próprio punho. Nenhuma outra forma traz o mesmo significado e, sem este, todas estas palavras são apenas letras no papel.

Há uns dias, testemunhei pessoas a dizer da ausência de significado do dia doze de junho. Para muitos, é uma data vazia, carente de completude, como um dia sem noite, o que explica as reações. É, também, uma ocasião de forte apelo comercial, já que é costume a troca de presentes entre os casais, e a solidão pode ficar mais pesada quando há cartazes de corações por toda parte e não se tem um colo para deitar a cabeça. Pessoalmente, deixou de ser apenas uma data ostentada no calendário de minha cidade há cinco anos, e o que celebro nesse dia é consequência daquilo que celebro hoje.

E hoje é, também, o dia em que o Troca Letra completa seis meses. Não é um terceiro significado para o nove de junho, mas um quarto ou um quinto, já que ela, minha querida esposa, é a minha maior incentivadora. Desde quando tomei a decisão de seguir carreira como autor até a escolha do nome deste lugar, em tudo encontrei nela apoio. Não seria falso dizer que ela acreditou mais nisto que eu próprio, embora o desejo de colocar em prática tenha nascido em mim. É, como disse, um dia cheio de significado. E esse é o tipo de coisa que se cristaliza como uma boa memória, daquelas que estão entre os tesouros que teremos na velhice, daquelas que viram as histórias que contaremos aos mais novos.

Feliz aniversário, Nana. E feliz dia dos namorados.

 

Sem Comentários

Um milhão de amigos

02/06/2011    Postado em Textos
 

Eu quero ter muitos leitores. É a minha versão do “quero ter um milhão de amigos” do Roberto Carlos. Quero ter meu trabalho publicado e lido, não necessariamente traduzido em 30 idiomas, incluindo Na’vi e Esperanto, mas quero fazer sucesso. Evidente que sim. O sujeito que começa uma carreira entrando de cabeça e não espera ter sucesso na empreitada é louco, suicida profissional, ou… sei lá, só me ocorre que alguém assim tem que ter alguns parafusos a menos. Às vésperas de completar seis meses de vida, o Troca Letra fechou o mês de maio com 12.104 acessos, em um claro indicativo de que ou eu tenho mais leitores ou tem mais mecanismos de busca com robôs de pesquisa por aí. Considerando que, apenas de fevereiro a março, a estatística aponta um aumento de 7800 para mais de 11.100 acessos, sem descer dessa marca até agora, e que minha única propaganda tem sido feita por minha esposa, família, amigos e por minha conta do twitter, é um bom resultado, sem dúvida.

Leia Mais

2 Comentários