Archive for maio, 2011

Segundo domingo

05/05/2011    Postado em Contos, Textos
 

As flores esperam caprichosamente arranjadas. Buquês de rosas vermelhas, amarelas e brancas, ikebanas de gérberas vermelhas, jarros de orquídeas brancas. Nem bem nasceu o sol e o florista abriu suas portas, já com um cliente à sua espera.

O ambiente frenético já sinalizava que ele próprio não poderia dispensar a equipe e chegar para o almoço a tempo. É dia das mães, e a bancada teve de ser inteiramente reposta antes das nove da manhã, enquanto um misto de calma e impaciência permeava a clientela. No chão, nos fundos, pedaços de caules, folhas, retalhos de fita – não era comum a bagunça no dia-a-dia, mas um minuto pode significar um cliente atendido, a depender da pressa dele.

Leia Mais

Sem Comentários