Archive for maio 26th, 2011

Encontro

26/05/2011    Postado em Contos, Textos
 

A senhora na cadeira ao lado me pergunta há quanto tempo estou esperando. Olho em volta, a sala de espera cheia, e lhe respondo: “mais do que o necessário.” Ela não parece entender e sorri um sorriso quase histérico, típico de quem é castigado pelo tempo com um mergulho na fonte da incerteza. Abaixo a cabeça e continuo o que estava fingindo fazer. Fingindo. Verdadeiramente, não estou lendo o volume sobre meu colo. Estou contando, em silêncio, segundo a segundo, quanto tempo espero. Tem sido assim há muito tempo. Muito tempo.

Leia Mais

Sem Comentários