Archive for janeiro, 2011

Plenitude

27/01/2011    Postado em Textos
 

Consigo tolerar a bexiga cheia por uma quantidade de tempo acima do razoável, mas não posso dizer o mesmo sobre a cabeça cheia de pensamentos. Claro, a pressão incomoda, mas dá para acostumar e educar o organismo a segurar mais um pouco se for necessário. Mas as idéias… elas são rebeldes e agem dentro da gente como hóspedes daqueles lugares com quartos de paredes almofadadas, em plena crise, chocando-se contra os cantos da mente e exigindo sair.

Leia Mais

Sem Comentários

Pasárgada

20/01/2011    Postado em Textos
 
(…)
E quando eu estiver mais triste
Mas triste de não ter jeito
Quando de noite me der
Vontade de me matar
— Lá sou amigo do rei —
Terei a mulher que eu quero
Na cama que escolherei
Vou-me embora pra Pasárgada.
(Manuel Bandeira)

O sabiá nunca cantou em palmeira alguma. Aliás, eu não consigo pensar no que um pássaro teria perdido naquelas folhas finas e espaçadas para sequer pousar em uma. Mas nossa terra é rica. Rica em recursos e beleza naturais, em história e as pessoas que agora dela fazem parte, rica em legados culturais, na ciência, na música, na literatura e no cinema, essas jóias que nos foram deixadas por gente como Machado, Monteiro Lobato, Heitor Villa-Lobos, Clarice Lispector, Bilac, Oswaldo Cruz e tantos outros. Rica na sempre renovada criatividade de nosso povo.

Leia Mais

Sem Comentários

Pontas soltas

13/01/2011    Postado em Textos
 

Água e óleo. Indispensáveis, em vários contextos, inclusive a vida e o correto funcionamento de nosso organismo. E, entretanto, não se misturam. Armazenados no mesmo recipiente, eles literalmente o dividirão em duas porções, proporcionais ao volume de ambos. Podemos preparar um ovo usando óleo. Aprendi recentemente que podemos preparar o mesmo ovo da mesma maneira, só que usando água. Mas tente misturar os dois e, antes do ovo estar pronto, descobrirá que as chances de um resultado desastroso são enormes. Assim é com texto e imagem. Uma pessoa pode escolher entre os dois meios para passar adiante uma mensagem, mas é temerário usá-los juntos. Dificilmente algum bom resultado sairá dessa união.

Leia Mais

Sem Comentários